10 dicas para viajar pelo Chile com bebê (+ 2 bônus)

Vai viajar com o seu bebê para o Chile?

Nós acabamos de voltar de lá! E, para piorar (ou melhorar, depende do ponto de vista, rsrsrs), foi a nossa primeira viagem com o pacotinho.

O resultado da viagem, para nossa felicidade e tristeza dos pessimistas de plantão, foi ultra positivo.

Eu e o papai Junior amamos cada momento, cada risada, cada olhar curioso.

Ela, que acabara de completar quatro meses, se esbaldou com todas as novidades.

Pacotinho brincando com papai
[Pacotinho brincando com papai]
Se você, assim como aconteceu comigo, não sabe por onde começar a se organizar, aqui é o seu lugar.

Para te ajudar nessa tarefa, que pode ser bastante desafiadora, vou compartilhar 12 dicas para viajar pelo Chile com bebê. Mais barato e descomplicado!

Vem comigo e se joga!

Dicas para viajar pelo Chile com bebê

Antes de mais nada, quero deixar uma coisa clara: o Chile não é uma país barato.

Nessa hora, você deve estar se perguntando, mas esse blog não fala de viagens baratas?

Bom, como eu disse no sobre do blog, o objetivo principal do Mariana Por Aí é te dar subsídios para “baratear” o custo médio da sua viagem.

Para que você possa curtir as viagens dos seus sonhos. Sempre!

Vamos às dicas!

Dica #1. se planejar é o canal!

Essa dica, figurinha carimbada no blog, é o ponto essencial para baratear e descomplicar qualquer viagem. Principalmente com bebês!

Por isso, planeje-se!

Você se sentirá mais segura e, com certeza, viajará com mais tranquilidade.

Aqui no Mariana Por Aí você encontra:

Dica #2. Quando ir?

Se você busca uma viagem barata e descomplicada pelo Chile com bebê, fuja da alta temporada!

E das estradas com trânsito interminável. Das filas. Das aglomerações. Dos preços altos.

Ganhe, em contrapartida, mais tranquilidade. E, com sorte e boa vontade, muitos upgrades em hotéis.

Para tanto, prefira viajar nos meses de abril ou novembro, se quer estar mais perto do verão. E no final de setembro, se quer estar mais perto do inverno.

[Frio no vulcão Osorno]
Ah, viajando na baixa temporada, não se esqueça de reservar hotéis com cancelamento gratuito.

Vai que você encontra o hotel dos seus sonhos por uma pechincha de última hora?

Dica #3. alugue um carro para percorrer o interior

Alugar o carro para percorrer as regiões do interior foi um super acerto.

Primeiro, por que barateou muito o nosso acesso aos pontos turísticos. O nosso carro era a diesel e o consumo girava em torno de 20 k/l. Uma pechincha!!!!! E o custo de acesso pelas agências de turismo é bastante salgado.

Segundo, por que tivemos total mobilidade para curtir os lugares com a princesa.

Fugindo do frio e da chuva.

E tendo sempre um lugar quentinho para as trocas e amamentação.

Uma soneca no carro alugado
[Uma soneca no carro alugado]
Além disso, facilita, e muito, a viagem no tempo do bebê.

Afinal, você não vai ter que sair às 7 da manhã e voltar às 7 da noite naqueles passeios pré-agendados quando seu bebê quer dormir tranquilamente até às 9 horas, não é verdade?

Dica #4. ônibus INTERESTADUAL

Se você tem a intenção de desbravar o Chile, aproveite os preços e a comodidade dos ônibus interestaduais, conhecidos pela sua excelente qualidade.

Nós comprovamos, como você pode conferir no nosso roteiro por Pucon com bebê.

Além disso, você pode evitar gastar com algumas diárias de hotel, curte todos os dias por inteiro e ainda dorme agarradinha com o pacotinho. Quer coisa melhor?

Comprando suas passagens pela internet, com antecedência, você pode garantir descontos que ultrapassam os 50%! Sério, seríssimo!

Entretanto, somente algumas companhias permitem a compra de bilhetes pela internet por estrangeiros, como a Turbus.

Dica #5. “menu del dia”

O “menu del dia” é o canal para gastar pouco e comer bem.

Primeiro, por que normalmente oferece entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo, bem mais em conta.

Menu del dia
[Prato típico no menu del dia]
Segundo, por que normalmente incluem pratos da região, comida local.

E uma das maravilhas de uma viagem é conhecer os sabores locais, não é verdade?

Dica #6. dólares, reais ou cartão internacional?

Nós comprovamos que levar dólares vale mais a pena. Mas não é tanta coisa assim, foram poucos centavos economizados por cada real gasto.

Mas, você sabia que turista, no Chile, pode se livrar do imposto sobre serviço no pagamento de hospedagem?

E olha que o imposto é alto, hein, são 19% adicionais sobre o valor contratado.

Para tanto, você deve pagar o hotel em dólares, euro ou cartão de crédito internacional.

Eu, por experiência, recomendo sempre ter uns dólares em mãos.

Primeiro, por que é a moeda mais aceita por lá.

Segundo, por que muitos hotéis no interior não dispõe de máquina de cartão de crédito.

Vale dar uma consultada nas condições do seu hotel para se planejar melhor.

Dica #7. em santiago, Hospede-se em um bairro legal

Por onde você possa caminhar com o seu pacotinho com tranquilidade.

Por lá, o que não faltam são parques deliciosos para curtir o seu bebê.

Nós nos hospedamos no Lastarria e amamos.

Passeamos também por Providencia e Bellavista e super indicamos!

Dica #8. Em Santiago, opte pelo transporte público

Santiago tem um moderno sistema de metrô.

A combinação de metrô e caminhada é ideal para a maioria dos trajetos.

O metrô é limpo, tem diversas estações e atende muito bem aos turistas.

Além disso, hospedar-se próximo a uma estação é uma ótima ideia para evitar longas caminhadas.

No metrô de Santiago
[No metrô de Santiago]
Se você pretende ir a um local onde o metrô não alcança, considere combinar metrô e táxi.

Não se esqueça que para utilizar os ônibus você precisar comprar o cartão do transporte público com antecedência.

Dica #9. Viajando no inverno, fique de olho na calefação

Como contamos aqui, ficamos muito inseguros (e passamos muito frio, diga-se de passagem) com a calefação do hotel que reservamos em Pucon.

Por isso, atente-se ao tipo de calefação disponibilizado pelo hotel. Imprescindível para vencer o frio!

Dica #10. Reserve passeios obrigatórios com antecedência

Mesmo na baixa temporada.

Como contamos aqui, nós quase perdemos um almoço incrível no restaurante da vinícola Montes por não termos reserva.

Dica #11. dica bônus 1

Se você é amante de gastronomia e de novidades, como nós, não perca o sushi com abacate.

Ou palta para os chilenos.

Sushi Bay
[Sushi com palta]
É uma delícia!

Dica #12. dica bônus 2

Para qualquer lugar que você vá, aprenda umas palavrinhas básicas no idioma local.

É educado, ajudará na socialização e ainda pode te livrar de alguns perrengues.

 

PSIU, MEGA IMPORTANTE: ajuda a espalhar esse artigo, seu amigo agradece!

Gostou do post e quer receber mais dicas de viagens baratas e descomplicadas com criança?

Cadastre o seu email e receba facilmente os novos conteúdos do Mariana Por Aí.

FIQUE POR DENTRO
Insira aqui o seu email e receba todas as novidades do Mariana Por Aí!

Mariana Menezes

Arquiteta por vocação, escritora por diversão, viajante apaixonada. Realiza viagens memoráveis com o melhor custo benefício há 11 anos. Quer te ajudar a fazer as viagens dos seus sonhos caberem no seu bolso, sem perrengue. Agora, com um ingrediente especial: nossa bebê!